19.10.05

branco

respirou fundo, assim que fechou a porta.
não sabia o que ia acontecer no dia seguinte. se ficaria feliz à espera de um telefonema que a ligasse à realidade que a porta encerrou, ou se desejaria ardentemente que aquele número de telefone não tocasse. naquele momento, apenas lhe apetecia fechar os olhos, ou olhar-se no espelho para não se reconhecer. para finalmente encarar nos seus próprios olhos reflectidos, que deixara por instantes de controlar um breve e tão simples momento dos seus dias previsíveis.

referer referrer referers referrers http_referer Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com