26.10.05

a tectónica e a avestruz

as que tinham irmãos mais velhos não ousavam perguntar-lhes. espremidas eram pois as que tinham irmãs mais velhas, incumbidas que ficavam assim da nossa formação. as variadas versões do mito da tectónica intrigavam obsessivamente as nossas reuniões no quarto dos brinquedos.
tem osso, disse triunfantemente um dia a Fernandinha, irmã mais nova de uma prole de cinco raparigas.
osso?! perguntámos nós, curiosas e espantadas.então é por isso que dizem que fica de pé? sim, tornou a Fernandinha com ar entendido. é rijo. o osso é tipo... tipo pescoço da galinha. sabem, já todas comeram frango assado, e arroz de cabidela, não já? pois é assim parecido.

éramos miúdas urbanas, conhecíamos só quase dos livros de histórias a bicharada de capoeira. A carne de avestruz, essa então, ainda não era vendida nos talhos.

referer referrer referers referrers http_referer Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com