21.1.06

diz-me que prefere ficar assim,


que não quer mudar, que gosta de me ler e que a atracção física pouco importa, pois o que lhe interessa mesmo é a amizade, a relação intelectual e o jogo virtual, simpático, inócuo, do escreve aqui e comenta ali; diz-me que preza demais a família, que não se quer envolver porque não lhe apetece, que lhe falta a vontade e que não há tesão que lhe mude o rumo à existência; gosta dos seus confortos e das suas rotinas, quer que tomemos café de quando em vez e que almocemos como velhos amigos; acha-me muita piada, farta-se de rir com o que escrevo, diz que tenho imensa graça, que sou uma pessoa gira e que, fisicamente, não sou nada de deitar fora, embora não lhe apeteça transformar a nossa relação em coisa séria (leia-se: cama, fora de questão). Diz-me, com insinuante meiguice, que vai às compras, que se ajeita na lida da casa e que, se preciso for, me toma conta das crianças enquanto eu saio à cata de presas frescas.


Em resumo, estou fodida: ou sou um grande coiro, ou me apaixonei por uma gaja.


referer referrer referers referrers http_referer Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com