5.9.06

A Bela é o Monstro

Entreguei-me a todas as mulheres, porque as mulheres não me recusaram, trataram-me com beijos e lavaram-me as feridas com água e voz tépida.
Entrego-me, agora, ao primeiro homem que olhar de frente, sem nojo, sem horror, os rasgos das minhas cicatrizes pelo rosto, peito, barriga, as que redesenham toda a minha pele como se fosse uma colcha de trapos, e que amo já como se nunca tivesse tido corpo de bebé. Só este.
Entrego-me ao primeiro homem que lavar, com água e voz tépida, os rasgos sarados das minhas cicatrizes, e que me beijar, dizendo, tu és a mais bonita.
Porque as minhas cicatrizes me fizeram mais bonita.


referer referrer referers referrers http_referer Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com