10.12.06

Ao sol com o meu amor perdido

Foto de Joe Budner, Óbidos

Quando está um dia tão bonito, como o de hoje, alcanço, do meu castelo, o castelo vizinho a mais de 8 léguas. Vejo os telhados bronzeados das casas que o rodeiam, e a mancha clara das paredes caiadas, plantadas no sopé de pedra escura daquela colina distante. Lá longe vive o meu amor. Em dias tão bonitos, como este, apetece-me voar para dentro do sol com a memória do meu muito antigo amor distante.

referer referrer referers referrers http_referer Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com